Notícias

Participação da Barraca Gourmet da ACDA na festa julina do Condomínio Blue Sky em 01/07/2017.









                                                -----------------------------------------------------



                                                -----------------------------------------------------

Data para comemorar: 11 de maio de 2017, aniversário de 1 ano de criação e funcionamento do Centro Municipal de Castração de Cães e Gatos


A Associação Cachoeirense de Defesa Animal – ACDA comemora, em 11 de maio, o aniversário de um ano de criação do Centro Público de Castração de Cães e Gatos de Cachoeiras de Macacu, como uma das políticas públicas das mais importantes de proteção aos animais implementadas pelo Governo Municipal.

Destaque-se que a castração de cães e gatos é uma questão de saúde pública  e de promoção de equilíbrio do meio ambiente, além de ser uma forma de amor a esses animais, por evitar o nascimento de futuras crias que, possivelmente , seriam destinadas a sofrer nas ruas.

A criação do centro de castração foi uma das quatro reivindicações da ACDA que constou da Carta-Compromisso das Quatro Patas I, apresentada aos candidatos a prefeito no pleito de 2012, para inclusão no plano de governo do vencedor.

A casinha simples, localizada em Papucaia, que ainda precisa de reforma, é a recompensa pela insistência, teimosia, esperança, amor e fé. E onde já foram realizadas mil castrações de cães e gatos até a data de hoje!

Muito há por fazer ainda.  A Carta-Compromisso das Quatro Patas II – 2016,  assinada pelo prefeito eleito Mauro Soares, ratificada em reunião com a diretoria da ACDA em 4 de outubro de 2016, traz as novas reivindicações para a manutenção e ampliação da rede de proteção governamental dos animais do nosso município.

Acreditar, buscar, ter fé.   E, sobretudo, agir e insistir, para vencer os desafios diários (que são muitos), faz mover esta grande engrenagem da vida, que sempre irá se curvar diante da força em querer o bem.


Parabéns aos cachoeirenses por essa conquista de todos e para todos!


------------------------------------------------------


Sessão do Conselho Comunitário de Segurança realizado em 20/01/2017, na sede da Associação Comercial e Empresarial de Cachoeiras de Macacu - ACECAM, presidida por Marúcia Medina Calvão, com a participação do membro do Ministério Público e outras autoridades. Participação também de membros da ACDA.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


1-   ACDA e secretário Anderson Biju (Meio Ambiente)
2-   ACDA e secretário Ricardo Lemgruber (AMAE)
3-   ACDA e secretário Sílvio Cláudio (Fazenda)
4-   ACDA e secretária Gilvana Miranda (Promoção Social)
5-   ACDA e secretários Felipe Falcão (Agricultura) e Anderson Biju (Meio Ambiente)
6-   ACDA e secretária Ana Maria (Planejamento)
7-   ACDA e produtor cultural Pablito Torres (MACATUR)
8-   ACDA e Ézio Lagôas (IAPCM)
9-   ACDA e secretário Lolô Eletricista (Esportes)
10- ACDA e os secretários Ivo Rosário (Educação) e Terra Nova (Saúde)
11- ACDA e Dr. Robson Manhães (Procuradoria)
12- ACDA e Prof. Sílvio Francisco (Gabinete)
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Pequena na idade, grande no exercício da cidadania
(Por Fernanda Aires em 15/09/2012)

A vida animal e a relação com o homem foi o tema do I Simpósio de Bem-Estar Animal, realizado no domingo (02/09), no Centro Intereducacional de Cultura e Artes, através de uma parceria entre a Associação Cachoeirense de Defesa Animal (ACDA), Universidade Federal Fluminense (UFF), Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) e Prefeitura Municipal de Cachoeiras de Macacu (PMCM). Mas nem só as palestras chamaram a atenção dos participantes: na primeira fila da platéia estava Ana Carolina Caldeira Aires, de apenas 11 anos, assistindo atentamente todo conteúdo apresentado pelos palestrantes. Em entrevista, ela revela que foi ao evento por livre e espontânea vontade, e ainda prega ensinamento para os adultos: “Todos os animais merecem o nosso amor e o nosso respeito”.
Blog: Como você ficou sabendo da realização do I Simpósio de Bem-Estar Animal?
Ana Carolina: Eu ouvi a minha irmã comentando sobre o assunto com o meu pai, perguntei se podia ir com ela, e ela fez minha inscrição.
Blog: E por que o assunto te interessou?
Ana Carolina: Eu achei o tema importante, principalmente para quem ama os animais, como eu.
Blog: Você sentiu alguma dificuldade em entender as palestras?
Ana Carolina: Eu sei que a maioria dos assuntos era voltado para adultos, mas eu acho que consegui entender tudo sim.
Blog: Qual foi a apresentação que você mais gostou?
Ana Carolina: A palestra que eu mais gostei foi da professora Juliana, falando sobre controle da população de cachorros e gatos, de como podemos resolver o abandono dos animais.
Blog: A professora Juliana abordou a experiência que ela teve trabalhando em um hospital veterinário da universidade que servia para os alunos aprender, e castrava os animais da comunidade. Você acha que essa seria uma solução para a nossa cidade?
Ana Carolina: Eu acho que sim, e Cachoeiras tinha que ter um lugar para castrar os animais com preço mais barato ou de graça. Aqui tem muitos cachorros abandonados, e a professora Juliana mostrou que a castração pode ajudar a resolver.
Blog: E o que você tem vontade de fazer quando encontra um cachorro abandonado?
Ana Carolina: Eu tenho vontade de catar ele, catar todos os cachorros da rua e trazer para casa, e cuidaria de todos eles. Eu já tive medo de cachorro, quando era pequena. Mas agora eu sei que nem todo cachorro é bravo.
Blog: Você conhece algum caso de maus tratos ou abandono aos animais?
Ana Carolina: Abandono não, mas eu já tive um gato envenenado. O nome dele era Miguel, ele saia muito, e comia passarinhos. Um dia ele sumiu por muito tempo, e depois achamos ele envenenado. Eu fiquei triste, mas fiquei com muita raiva, pois o que o meu gato fez é da espécie dele.
Blog: A sua presença no simpósio demonstra que você gosta muito dos animais. Quantos bichos de estimação você já teve?
Ana Carolina: Além do gato Miguel, eu já tive um periquito chamado Juninho; uma coelha, a Aninha; um canário belga, que era Fernandinho; um peixe chamado Luna; tenho uma galinha, que tá na casa da minha avó, Mila; e duas calopsitas, Kid e Lola. Mas meu sonho é ter um cachorro. Eu fico muito com a da minha irmã, que mora embaixo da minha casa. O nome da cachorrinha é Fana, ela é um pouco minha também.
Blog: O que levou você a se tornar uma sócia contribuinte da Associação Cachoeirense Animal?
Ana Carolina: Eu preenchi a ficha durante o simpósio. Acho muito importante defender os animais, por isso eu me associei a ACDA. Já contei para os meus amigos da escola, e eu acho que posso incentivar as crianças a participar também.
Blog: Qual mensagem você manda para as pessoas que ficaram espantadas ao ver uma criança de 11 anos dedicando seu domingo à causa animal?
Ana Carolina: Ter amor aos animais não tem idade. Eu tenho uma sobrinha de um ano e poucos meses que não pode ver um cachorro, um cavalo, que começa a gritar, querendo botar a mão. Temos que amar e respeitar os animais. Mesmo que ele fique velho, mesmo que ele fique doente. Quem quer ter um cachorro, um bichinho, tem que cuidar pra sempre, mesmo que gaste dinheiro, mesmo que limpe cocô, tem que cuidar até o final da vida dele. 
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
I Simpósio de Bem-Estar tem grande público
(Publicado no Jornal O Estado do Rio em 08/09/2012)

No domingo (02/09), a Associação Cachoeirense de Defesa Animal (ACDA), realizou, no Centro Intereducacional de Cultura e Arte, o I SIMPÓSIO DE BEM-ESTAR ANIMAL DE CACHOEIRAS DE MACACU. O evento, sob a coordenação da Professora Doutora Elizabeth Cruz, contou com o apoio do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV), da Universidade Federal Fluminense (UFF), Prefeitura Municipal de Cachoeiras de Macacu e Casa Volante.
O coral infantil da escola Chave do Saber abriu o evento cantando o jingle da ACDA composto pelo casal Newton e Clarice. O evento teve palestras da ilustre professora Rita Paixão/UFF (especialista em bem estar animal), e da Sr.ª Elizabeth MacGregor, representante do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal. Na parte da tarde a Professora Doutora Juliana de Oliveira /UFF falou sobre a sua experiência com o programa de controle populacional de cães e gatos em Umuarama (PR), seguida da professora, Drª Elizabeth Cruz, falando sobre a ACDA, suas políticas e projetos. Logo após, o Profº MSC Flávio Moutinho/Uff, coordenador do centro de zoonoses de Niterói, apresentou uma brilhante explicação sobre o funcionamento dos centros em geral.
Presença marcante no evento foi a do Dr. Delegado de Polícia da 159ª DP da cidade de Cachoeiras, dando orientações sobre procedimentos relativos aos maus tratos e suas implicações criminais, ressaltando, ainda, a parceria que a ACDA e a delegacia de polícia implantarão no futuro a fim de reprimir os casos de abandono, maus tratos e envenenamento que acontecem rotineiramente em nosso município, todos considerados crimes, segundo à referida autoridade. Na sequencia, a Srª Monica Jardim, sócia fundadora e coordenadora do Setor SOS Animal, deu explicações sobre a ACDA, suas ações e serviços prestados à comunidade. Por fim, a Drª Edna Telles, da Frente Parlamentar de Defesa dos Animais no Congresso Nacional pediu a palavra e disse estar admirada com o alto nível dos assuntos tratados e com a organização do evento, tecendo elogios à cidade de Cachoeiras, por estar tão adiantada na implantação da política sobre o assunto.
O presidente da ACDA, Alexandre Zimmermann, em seu discurso de abertura, emocionou a todos com o relato sobre a menina Ana Carolina Aires, que, com apenas 11 anos de idade, se inscreveu e compareceu, participando com perguntas e grande interesse.
O evento contou ainda, com o apoio da Secretaria de Educação, que ofereceu toda a logística de funcionamento do local, bem como o coffee break, por sinal, elogiadíssimo, e com a filmagem e fotografia do pessoal do Macacu Cine.
Estiveram presentes os veterinários Isabel Cristina, Nathalia de Queiroz e Ronaldo Rocha, este último sempre prestigiando os eventos da associação.
A ACDA agradece a todos os que fizeram este evento possível e a todos os que compareceram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário